[O meu] Museu do Boom do ROCK PORTUGUÊS


Ver singles, LP e máxi-single no museu:

Street Kids - 'Let me do it' / 'Spy', Vadeca, VN-2018 ES
Street Kids - 'Super Wen' / 'Secondary effects', Vadeca, VN-2020 ES
Street Kids - 'Tropa não' / 'Propaganda', Vadeca, VN-2048 ES
LP 'Trauma'
Street Kids - 'So far for so long' / 'So far for so long', Vadeca, VNM-10001.D



Memorabilia:

Entrevista na revista "Música & Som":

Parte I | Parte II | Parte III
Crítica ao single "Let me do it":

"Música & Som" n.º 62
Crítica ao LP Trauma:

"Música & Som" n.º 72

Discografia dos Street Kids:

Blog 'Under Review'
LP "Trauma" revisitado por Nuno Galopim:
Blog "Sound + Vision"
Destaque
Street Kids


© António Luís Cardoso
________

Street Kids em 1982

Os Street Kids tiveram um destaque recente no museu (em Março). Redireccionam-se aqui os ‘links’ para esse destaque, mas não só. Coloca-se também uma entrevista à banda bem como críticas a dois discos, ao primeiro single, "Let me do it", e ao LP, "Trauma", peças publicadas na revista “Música & Som” em 1981 e 1982.

Desta banda, são provenientes músicos que continuarão a dar cartas em projectos importantes da música portuguesa, como os Mler Ife Dada, com Nuno Rebelo, ou Rádio Macau e Delfins, com Emanuel Ramalho (Flash Gordon), lembrando que este último já era proveniente dos míticos Corpo Diplomático. E, por outro lado, basta ouvir o som da banda para perceber as influências em alguns projectos da música portuguesa pós-boom.

Street Kids em 1982 Street Kids em 1982
(as fotos da banda em 1982 nesta página foram publicadas na revista "Música & Som" n.º 72, de Abril desse ano)
Pode aceder à estrutura do museu, através dos links respectivos no menu à esquerda.